Tem um tempo, na verdade um pouco menos de 2 anos eu assisti a palestra do Josh Holmes, um evangelista da Microsoft , sobre a arte da simplicidade no desenvolvimento de software, uma das coisas que ele lembrava nessa palestra era que nós criávamos um grande problema, por que floreamos demais as coisas. Mas porque eu to falando de software no meu blog pessoal?

Transpondo essa visão do Josh para a a vida pessoal é preciso entender que fazemos na vida a mesma coisa, nós inventamos situações e justificativas, para não entender e aceitar o que é simples

Nos últimos posts eu falei de como foi difícil o fim do meu último namoro, mas estranho quando eu abracei a simplicidade dos fatos, que ela me deixou, porque ela queria ser feliz e eu não a fazia feliz, o universo me deu a resposta pros meus problemas de maneira simples e direta, em primeiro lugar me mandou uma pessoa com quem conversar tem sido fácil e eu posso ser eu mesmo, sem me julgar, e que tem muita coisa em comum. Por outro lado o mesmo universo  me deu a possibilidade de seguir com minha vida, virar a página com a vida profissional, com uma nova oportunidade.

Sim as coisas parecem fluir, bastou eu aceitar que eu não posso fazer nada pela decisão dos outros, eu só posso ser eu mesmo e cuidar da minha felicidade.

Dito isso como sempre uma música para celebrar

Anúncios